quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Primeira promessa...




A primeira Promessa da Recuperação da Dependência Emocional

Devemos aceitar-nos totalmente, mesmo quando desejamos apenas mudar algumas partes de nós. Temos um amor próprio e uma autoestima básicos, que nutrimos carinhosamente e expandimos deliberadamente.”
( Meditações diárias para MULHERES QUE AMAM DEMAIS, Robin Norwood)

Oi pessoal, hoje falarei um pouco sobre a Primeira Promessa da Recuperação da Dependência Emocional. Promessa que deve ser feita por todas nós que amamos demais.

Hoje, em recuperação, percebo o quão a dependência emocional aliada à codepencia me fizeram viver em função do meu noivo. Percebi o quão eu me dedicava a ele e o quão me esforçava para que ele não viesse a recair.

Todo meu esforço servia não só para destruir o nosso relacionamento, como principalmente o meu relacionamento comigo mesma. Chegou determinado momento  em que comecei a me colocar sempre em segundo plano, de modo que era: Primeiro ele, segundo ele, terceiro ele e na dúvida, ele novamente.

Quando amamos demais, queremos sobretudo, que tudo fique bem e se tudo ficar bem graças a nós, é muito mais gratificante. Nos sentimos uma espécie de “Mulheres Maravilhas” e queremos que nossos companheiros percebam isso e que nos sejam gratos.

Durante muito tempo fui muito autoritária e me achava a dona da verdade pelo simples fato de não ser adicta, por ser “normal” vista aos olhos da sociedade.

Na minha incessante luta pelo bem estar do meu companheiro, esqueci quase que completamente de mim. Indaguei a Deus diversas vezes: “aonde eu errei?” ou “o que eu faço?”, como se a responsabilidade por minha felicidade fosse inteiramente do meu companheiro e o bem estar dele dependesse de mim.

Durante boa parte do tempo em que estamos juntos, de fato a minha felicidade esteve entregue nas mãos do meu companheiro, mas porque EU permiti. EU entreguei os meus sentimentos e meu humor a ele, quando na verdade a única pessoa no mundo que pode me fazer feliz sou eu mesma. Hoje aprendi que EU que escolho se o meu dia vai ser “um céu ou um inferno”.

“Uma das tarefas mais difíceis que você enfrenta na recuperação é aprender a dizer e a fazer nada. Quando a vida dele está incontrolável, quando tudo em você pede para assumir o controle, pede para aconselha-lo e encorajá-lo, para manipular a situação da forma que você quer, você deve aprender  se controlar, a deixar que a luta seja dele e não sua. Seu verdadeiro trabalho consiste em encarar seus próprios medos em relação ao que pode acontecer a ele e a seu relacionamento se você deixar de administrar tudo – e assim trabalhar no sentido de eliminar seus medos mais do que manipular os dele.” ( Meditações diárias para MULHERES QUE AMAM DEMAIS, Robin Norwood)

A Primeira Promessa da Recuperação da Dependência Emocional fala exatamente sobre isso: olharmos para nós e nos cuidarmos, por isso essa promessa é de suma importância.
Visto que ninguém é perfeito e que nós, enquanto seres humanas, estamos fadadas ao erro, por mais que desejemos melhorar algumas coisas e deletar algum defeito de caráter do nosso companheiro, isso não será possível, pois não podemos mudar ao outro, pelo contrário, temos que ACEITAR o que não podemos modificar.

Já que estamos falando de ACEITAÇÃO, por que não aceitarmos  a nós mesmas? Somos dotados de autoestima e de amor próprio que regamos a cada amanhecer.

Viver a recuperação e se reconhecer como uma dependente emocional é muito difícil. Continuarmos autoritárias, auto piedosas, chantagistas e manipuladoras é mais fácil e também muito mais cômodo. Acontece que recuperação é algo que acontece um dia de cada vez, sem pressa: “A vida, afinal, é despertar e crescer. Fazemos com que esses processos fiquem mais dolorosos porque não os acolhemos com prazer.”

Então companheiras, façamos e cumpramos a Primeira Promessa da Recuperação Emocional. Recebamos o processo de despertar e crescer com amor, paciência e prazer. O despertar e a recuperação em si são muito gratificantes.

Nos aceitemos primeiro, para que possamos então aceitar o outro. Reguemos, a cada amanhecer o nosso amor próprio e nossa autoestima afim de que sejamos felizes com nós mesmas.

“Olhe-se no espelho todos os dias, diga seu nome e depois repita: ‘Amo você e aceito você exatamente do jeito que você é’.” ( Meditações diárias para MULHERES QUE AMAM DEMAIS, Robin Norwood)

O que eu desejo pra mim, desejo para todos: BONS MOMENTOS e infinitas horas de recuperação!


-

5 comentários:

  1. Olá querida companheira!

    Acordei hoje pela manha, pensando exatamente no que vc escreveu, tenho percebido uma grande mudança em meu relacionamento e em minha vida depois que eu comecei a me amar e me colocar em primeiro lugar.

    Paz e serenidade nas próximas 24 horas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi companheira, boa tarde!
      Maravilha!! Amor é algo sadio até certo ponto.
      Em determinado momento achamos que pode ser egoísmo da nossa parte, mas não é, nos colocarmos em primeiro lugar é algo que só vai fazer bem a nós mesmas e a quem nos rodeia.
      Bons momentos!

      Excluir
  2. Querida, que palavras doces e suaves.
    Eu me reconheci como co-dependente a pouco tempo e ainda não procurei ajuda.
    na verdade, estou lendo um livro em pdf chamado "O amor é uma escolha" que fala sobre isso, foi ele que me fez reconhecer minha situação e saber que nada do que eu fizer poderá mudar a escolhad o meu amado, cabe somente a ele se manter limpo e bem.
    É muito dificil admitir que não temos o controle em nossas mãos, mas aos poucos iremos aprendendo.
    bjs e fica com Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá companheira, boa tarde!!
      Não conheço o livro que está lendo, mas assim como você me descobri codependente a pouco tempo. Infelizmente não tenho como contar com ajuda de grupos pois não há nenhum na cidade onde moro. A ajuda que tenho é a do meu Poder Superior, das companheiras de blog, um pouco da minha boa vontade e as literaturas.
      O livro que usei como base para esse post é muitíssimo interessante, tem me ajudado bastante. Se tiver como ter acesso, adquira-o, ele é maravilhoso.
      O mais importante você já sabe: é codependente e impotente perante as escolhas do seu amado.
      Procure ajuda!! Se tiver grupo em sua cidade, frequente!! Busque, entre em recuperação. Não tenha pressa, é um dia de cada vez. Funciona!! Só por hoje funciona!!
      Tenha certeza de que não está sozinha, estamos juntas nessa!!
      Serenas 24 horas!

      Excluir